Qualidade do sono (Khoury, 2020)

TÍTULO DO ESTUDO: O GWAS multiétnico e a meta-análise da qualidade do sono identificam o MPP6 como um novo gene que funciona nos neurônios centrais do sono

RESUMO: Identificação de 3 regiões do genoma associadas à qualidade do sono.

VISÃO GERAL: A qualidade do sono é muito importante para a saúde geral e o bem-estar de uma pessoa. Foi demonstrado que o sono insuficiente pode causar vários problemas de saúde, desde doenças cardíacas até depressão. A qualidade do sono é determinada por vários fatores, incluindo a duração do sono, o tempo que leva para adormecer e o número de vezes que uma pessoa acorda durante a noite. Estima-se que fatores genéticos podem explicar mais de 30% da variação observada na qualidade do sono. Para identificar esses fatores genéticos, este estudo de associação do genoma examinou mais de 100.000 indivíduos em diferentes etnias. O estudo descobriu três regiões do genoma associadas à qualidade do sono. Um dos genes envolvidos, o ATOH8, é conhecido por desempenhar um papel no desenvolvimento do cérebro, rins e outros órgãos. Outra variante está localizada entre dois genes: NPY e MPP6. Ambos os genes são conhecidos por serem ativos no cérebro, e o NPY em particular foi encontrado anteriormente para ajudar a regular o processo do sono.

VOCÊ SABIA? O exercício regular, talvez tão pouco quanto 10-30 minutos por dia, pode ajudar a melhorar a qualidade do sono. Além disso, exercitar-se pela manhã ou à tarde pode ser mais benéfico para a qualidade do sono do que malhar à noite. [SOURCE]

RESULTADOS DE AMOSTRA: Saiba mais sobre o Nebula Research Library .

resultados da amostra de qualidade do sono

VARIANTES ASSOCIADAS À QUALIDADE DO SONO: rs11976703, rs609869707, rs78633772

RECURSOS ADICIONAIS:
A ciência do sono (Vídeo)
10 dicas para dormir mais

VOCÊ TAMBÉM PODE ESTAR INTERESSADO EM:
Sonolência diurna (Wang, 2019)
Ronco (Campos, 2020)
Bem-estar (Baselmans, 2019)

ATUALIZAÇÃO SEMANAL: 1 de novembro de 2020